Centros de Inovação (CIS) e Sesi Viva + têm ajudado empresas a reduzirem o número de acidentes de trabalho no país

Os dados mais recentes da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda (SPrev) apontam queda de 12,21% entre 2007 e 2016, em todos os segmentos econômicos. O registro anual caiu de 659 mil para 578 mil. A indústria foi um importante vetor nesse bom desempenho. Em algumas atividades industriais como a indústria de transformação, a quantidade de acidentes caiu 40,9%. Na extrativista, a redução foi de 33,6%.

Essa realidade mostra a crescente preocupação das empresas brasileiras com o bem-estar dos funcionários e a segurança no trabalho. Além de atender aos quesitos legais, o cuidado com a saúde do trabalhador traz benefícios à companhia, como redução de faltas, diminuição de custos e maior eficiência na atividade econômica. No segmento industrial, o tema também vem ganhando relevância dentro das corporações. A mais recente pesquisa feita pelo Serviço Social da Indústria (SESI) mostra que 71,6% das indústrias estão dando prioridade à gestão de segurança e saúde dos trabalhadores. Na opinião de 76,4% dos entrevistados, o grau de atenção da indústria brasileira com o tema deve aumentar nos próximos anos.

Para atender à preocupação dos empresários da indústria com a saúde e a segurança do trabalhador, o SESI tem sido um importante aliado, com mais de 5 milhões de atendimentos por ano.

A mineradora Vale é uma das parceiras nessa tarefa. Em 2017, iniciou o Projeto de Gestão de Absenteísmo, com o objetivo de prevenir a incapacidade para o trabalho com foco nos transtornos mentais e comportamentais e nas doenças osteomusculares.

O projeto conta com uma equipe multidisciplinar, envolvendo as áreas de saúde e recursos humanos, além de gestores. “O SESI tem uma gama de serviços e profissionais com alto conhecimento técnico para apoiar as empresas”, afirma a especialista em Saúde da Vale, Katya Câmara.

O SESI Viva + é uma plataforma multifuncional, uma ferramenta  que pode ser encontrada tanto na web quanto em aplicativo para celular e há versões para o empregado e o empregador. Um dos principais objetivos do serviço é facilitar o acesso a informações e auxiliar os gestores na tomada de decisões sobre investimentos em Segurança e Saúde dos Trabalhadores (SST) das indústrias e prevenção de risco de acidentes.

“O SESI Viva+ vai possibilitar mais inteligência na gestão e ajudar empresas a construir políticas e programas com maior efetividade”, explica Emmanuel Lacerda, gerente-executivo de Saúde e Segurança na Indústria do SESI.

O SESI conta com oito centros de inovação espalhados pelo Brasil, com diferentes temáticas para atender à demanda da indústria nacional na área de saúde e segurança do trabalhador. No Ceará, a propósito, fica o centro de economia para a saúde e segurança. No Rio de Janeiro, o centro é o de higiene ocupacional. Em Santa Catarina está instalado o espaço de tecnologias para saúde.

Pirelli é uma das empresas que resolveu investir na saúde do trabalhador e tem o SESI como parceiro. Nas fábricas, além das equipes de SST, a administração incorporou outras rotinas, como uma campanha de imunização contra o vírus da gripe, com 70% de adesão entre os colaboradores. “Contamos com a parceria do SESI nas campanhas de vacinação nas nossas plantas, nas rotinas de reabilitação nos centros disponibilizados e em serviços odontológicos com índices de atendimento excelentes”, afirma o gerente médico da Pirelli, Alexandre Toscano.

Além disso, o grupo criou um programa de apoio do fim do uso do tabaco. O gerente de business intelligence da Pirelli, Ricardo Tinoco, é um dos participantes. Ele conta que, depois de 25 anos fumando, em média, um maço de cigarro por dia, resolveu largar o vício após detectar, em exames preventivos, sinais de comprometimento nos pulmões. “O apoio da equipe médica foi fundamental para minha adesão, continuação do tratamento e sucesso em parar de fumar”, afirma.

Os Centros de Inovação SESI desenvolveram 29 soluções inovadoras em saúde e segurança. Saiba mais, acessando a plataforma de inovações do SESI: http://inovacaosesi.org.br/

(Visited 13 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *