Plafatorma Guidoo promove saúde e bem-estar

Você sabia que obesidade e sedentarismo são causas importantes de adoecimento e afastamentos do trabalho? Com a proposta de incentivar a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores da indústria, o Centro de Inovação em Tecnologias para Saúde do SESI – Santa Catarina, desenvolveu o aplicativo Guidoo Desafio. A novidade está inserida em uma plataforma digital de mesmo nome.

Por enquanto, o projeto está na fase de testes e deve ser disponibilizado para as indústrias de todo Brasil no início de 2019. Mas a gente adianta para você como ele funciona:

O Guidoo Desafio incentiva o cumprimento de uma série de missões, pensadas de acordo com o perfil de cada grupo de trabalhadores. O aplicativo oferece jornadas gamificadas e, cada vez que uma missão é concluída, a pessoa ganha pontos que são apresentados em um ranking. A premiação será definida pelas indústrias. Além disso, dá dicas para uma rotina mais ativa, uma dieta mais adequada e outras informações de saúde.

“O diferencial do nosso produto é que falamos a língua do trabalhador, uma linguagem simples e acessível, adequada a sua rotina e seus hábitos”, acredita a especialista em promoção da saúde Márcia Burin, que integra a equipe técnica do projeto.

O engajamento acontece de forma divertida. A equipe de nutricionistas e de profissionais de Educação Física que pensam e desenvolvem as atividades do aplicativo sugere missões como beber mais água, comer mais frutas, comprar  legumes e verduras da época e até mesmo convidar um amigo para um passeio ou descer do ônibus na parada anterior, só para que seja feita uma caminhada antes de chegar ao trabalho. Como a competição é em grupo, a ideia é gerar uma participação coletiva, em que um colega apoie e se inspire no outro. Por isso, compartilhar fotos da nova rotina e dos resultados também faz parte da brincadeira.

O Guiddo ainda tem a versão Coaching. Durante três meses, a pessoa terá, a cada 15 dias, uma sessão de 30 minutos, com um coach em saúde e bem-estar, no formato online. Nesses encontros virtuais, o trabalhador será motivado a escolher o que coloca no prato e até mesmo fazer uma atividade física prazerosa, de acordo com os objetivos pessoais. Mas é bom lembrar que os profissionais não irão prescrever dietas ou série de exercícios. O trabalhador será motivado a definir e fazer mudanças no estilo de vida.

“Quando o trabalhador melhora seus hábitos de vida, ele poderá ter muitos ganhos: mais disposição, mais saúde e ainda pode dividir conhecimentos em saúde com sua família. Já a indústria pode ganhar mais produtividade, acrescenta Márcia.

Para mais informações sobre o Guidoo: https://bit.ly/2zYbCfL

ACESSE – O SESI criou um canal para empresas solicitarem apoio em projetos de segurança e saúde no trabalho. Interessados devem inserir os dados da empresa e descrever problemas a serem solucionados na Plataforma Nacional de Soluções do SESI.

Fonte: CNI

(Visited 43 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *