Conheça os 9 CIS do SESI: saiba onde estão e como funcionam

A indústria e o trabalhador brasileiros têm a seu favor nove Centros de Inovação do Serviço Social da Indústria (SESI), cada um focado em um tema ligado ao bem-estar do trabalhador e ao resultado final da empresa. São eles: Tecnologias para a Saúde; Higiene Ocupacional; Fatores Psicossociais; Longevidade e Produtividade; Ergonomia; Economia para Saúde e Segurança; Prevenção da Incapacidade; Estilo de Vida e Saúde; e Sistemas de Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho. Eles estão distribuídos em diferentes estados e atuam em rede para atender empresas de todos o país.

Há instituições atentas, por exemplo, aos desafios que surgem com o envelhecimento da população economicamente ativa, às doenças músculo-esqueléticas em trabalhadores e à busca de soluções inovadoras para reduzir a toxicidade de substâncias químicas na indústria.

 Centros de Inovação SESI 

Conheça os 9 Centros de Inovação SESI

  • Ceará – Economia em Saúde e Segurança

Soluções para a indústria identificar e gerir custos com saúde do trabalho e segurança no ambiente laboral.

  • Bahia – Prevenção da Incapacidade

Soluções para reduzir as faltas e aumentar a taxa de retorno de trabalhadores afastados ao ambiente laboral.

  • Minas Gerais – Ergonomia

Métodos e tecnologias que contribuam para melhorar a produtividade e o desempenho dos trabalhadores por meio da redução de riscos de doenças osteomusculares

  • Rio de Janeiro – Higiene Ocupacional

Tecnologias para identificação e controle de agentes químicos, físicos e biológicos que colocam em risco a saúde do trabalhador.

  • São Paulo – Centro de Estilo de Vida e Saúde

Pesquisa aplicada, inteligência e soluções para prevenção e intervenção em doenças crônicas não transmissíveis.

  • Mato Grosso do Sul – Sistemas para gestão de Saúde e Segurança no Trabalho

Sistemas de informação para o gerenciamento de segurança e saúde laboral.

  • Paraná – Longevidade e Produtividade

Inovações para promover o envelhecimento ativo, produtivo e saudável dos trabalhadores.

  • Santa Catarina – Tecnologias para Saúde

Aplicativos e tecnologias de informação e comunicação voltados para a promoção da saúde e segurança no ambiente de trabalho.

  • Rio Grande do Sul – Fatores Psicossociais

Soluções para apoiar a gestão de fatores psicossociais que podem afetar a produtividade do trabalhador.

O diretor de Operações do Serviço Social da Indústria (SESI), Paulo Mól, explica que os centros de inovação desenvolvem soluções em Saúde e Segurança no Trabalho (SST) para atender às necessidades da indústria brasileira. “Toda ótica dos Centros de Inovação tem como objetivo reduzir o absenteísmo, a falta do trabalhador. Quando fazemos isso, reduzimos os custos das empresas. É algo muito importante: conectar a tecnologia a uma causa extremamente nobre, a segurança do trabalhador”, diz Mól.

Parceria Internacional – Ao longo de 2017, primeiro ano de funcionamento, os centros iniciaram 19 projetos pilotos em parceria com 33 empresas e fez parcerias com instituições internacionais de referência. Com a Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, os centros brasileiros estão desenvolvendo um modelo de calculadora para a gestão de custos de saúde e de segurança. Em parceria com o Instituto Finlandês de Saúde Ocupacional (FIOH) e o Instituto Holandês de Inovação (TNO), trabalham para criar metodologias e técnicas para sensibilizar e apoiar gestores a inserir temáticas como longevidade, ergonomia e gestão de fatores psicossociais no dia a dia das empresas.

Inovação Acessível – Todas as soluções desenvolvidas nos Centros de Inovação formam um banco de dados na Plataforma de Inovações do SESI.

Atualmente, há 29 tecnologias disponíveis para indústria. Entre as soluções está a SEIF (Segurança, Informação e Formação), desenvolvida pelo Centro de Inovação SESI em Tecnologias para a Saúde, em Santa Catarina, e recentemente vencedora do Prêmio CBIC de Inovação, da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Trata-se de uma solução tecnológica composta por aplicativo conectado a sensores embutidos em capacetes de trabalhadores. Por meio dela, gestores, equipes e responsáveis acompanham em tempo real o status de segurança dos trabalhadores e mapeiam situações de risco no ambiente de trabalho.

Soluções para Todos – Empresas de todos os portes podem utilizar os serviços dos Centros de Inovação. O primeiro passo é relatar seu desafio na Plataforma Nacional de Soluções SESI, à disposição dos gestores das áreas de saúde e segurança do trabalho da indústria. Uma vez identificado o que pode ser feito, o projeto é direcionado ao centro mais adequado. Há também a possibilidade de utilizar as soluções já desenvolvidas que estão expostas na plataforma.

Recursos para Inovação – Outro caminho é o Edital de Inovação para a Indústria, que apoia com recursos não reembolsáveis o desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços inovadores em saúde e segurança do trabalho e promoção da saúde aplicados às demandas industriais. Os projetos são desenvolvidos em parceria com os Centros de Inovação do SESI. Há ainda tecnologias que fazem parte da plataforma digital SESI Viva+, uma plataforma de inteligência para gestão de empresas saúde e segurança no trabalho, e que estão à disposição das empresas que adquirem  esse serviço.

Conheça as soluções dos Centros de Inovação SESI (CIS), por meio da Plataforma Nacional de Soluções Inovadoras do SESI: http://inovacaosesi.org.br/ e cadastre desafios.

Fonte: CNI

(Visited 81 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *