Missão CBIC conhece projetos do Centro de Inovação SESI de Campo Grande

Uma eficiente gestão em Saúde e Segurança no Trabalho (SST) impacta diretamente na produtividade das empresas e no dia a dia dos trabalhadores. Ciente disso, missão da Indústria da Construção esteve no dia 28/05, em Campo Grande (MS), para uma visita ao Centro de Inovação SESI (CIS) de Mato Grosso, especializado em Sistemas de Gestão em Segurança e Saúde no Trabalho.

A missão, primeira das oito que ainda serão realizadas aos demais centros de inovação espalhados pelo País, pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), por meio da sua Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT), com a correalização do Sesi Nacional, reuniu empresários do setor da construção e profissionais de SST de vários estados, que conheceram de perto as instalações, os projetos e as soluções desenvolvidos e em desenvolvimento no CIS Sistemas de Gestão em SST.

“A nossa meta é visitar os outros oito Centros de Inovação Sesi para conhecer os produtos e levar as nossas demandas”, destaca o vice-presidente da área de Relações Trabalhistas da CBIC, Fernando Guedes Ferreira Filho.

A delegação contou com a participação de dirigentes dos Sinduscons, Ademis e Seconci de Alagoas, Ceará, Distrito Federal, Joinville, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pará, Paraíba Pernambuco e São Paulo e foi recebida por equipe coordenada pela diretora do Centro de Inovação SESI em Sistemas de Gestão em Segurança e Saúde no Trabalho, Adriana Rossignoli Sato.

Empresários conhecem projetos do CIS Sistemas de Gestão em SST

Dirigida pelo gerente de tecnologia e inovação, Ricardo Egídio dos Santos Junior, a visita ao Centro de Inovação SESI (CIS) de Campo Grande, contemplou a apresentação dos projetos:

  • Building Information Modelling (BIM)em SST, coordenado pelo engenheiro civil Adriano Macedo Silva (em fase de desenvolvimento), permite antecipar riscos e prevenir acidentes em um canteiro de obras utilizando o conceito BIM
  • Gestão de Espaço Confinado, coordenado pelo matemático Hueligton Pereira de Melo (em fase de pesquisa e aplicação), minimiza intercorrências durante esse tipo de atividade por meio de georreferenciamento
  • Saúde em Forma, coordenado pelo engenheiro da Computação Whesley Damião da Silva Duarte (concluído e em fase de evolução), auxilia no monitoramento online da saúde e hábitos dos trabalhadores e oferece amplo diagnóstico com ações prioritárias para combater as principais causas de doenças crônicas não-transmissíveis dentro de empresa.

“Esses são os projetos que estamos desenvolvendo, mas a demanda que a indústria da construção tiver nós podemos desenvolver a solução. Contém conosco para o que precisarem”, ressaltou Adriana Sato, completando que esses projetos podem ser desenvolvidos em qualquer lugar do Brasil.

“O SESI apoia e quer continuar investindo em inovação e tecnologia para a indústria e queremos compor com a indústria da construção um trabalho de relevância”, mencionou Bergson Henrique da Silva Amarilla, superintendente do Sesi Mato Grosso do Sul.

Para solicitar projetos

De acordo com a especialista em Desenvolvimento Industrial do SESI, Renata Rézio, como a indústria da construção é considerada uma das áreas estratégicas da Confederação Nacional da Indústria (CNI), os projetos voltados para o setor estão contemplados no Edital de Inovação da Indústria e as propostas podem ser envidas no decorrer do ano.

Antes de aprovadas, porém, são submetidas à área de SST da CBIC, o que atende demanda do setor da construção, no sentido de que uma das possibilidades de acesso a subsídio de parte do valor dos projetos submetidos, via Edital de Inovação para a Indústria, seja por empresas associadas aos Sinduscons/Ademis.

“As entidades podem ter um papel muito importante, tanto na filtragem e encaminhamento de demandas do setor da indústria, na ponta, para o SESI, quanto na divulgação para seus associados dos serviços que o Sesi já dispõe”, destaca Eduardo Aroeira, diretor da Ademi-DF.

Conheça os demais Centros de Inovação do SESI

Os Centros de Inovação Sesi estão distribuídos em nove estados do País, cada um em uma temática de interesse da indústria:

  • Sistemas de Gestão em SST
  • Economia para Saúde e Segurança
  • Higiene Ocupacional
  • Tecnologias para Saúde
  • Estilo de Vida e Saúde
  • Longevidade e Produtividade
  • Ergonomia
  • Prevenção da Incapacidade
  • Fatores Psicossociais

Eles atuam em rede e podem atender empresas de todo o país, por meio das unidades do Sesi. A atuação pode ser segmentada por porte da empresa ou por setor de atividade, sempre com foco no aumento da produtividade e competitividade da indústria nacional.

Conheça as soluções dos Centros de Inovação SESI (CIS), por meio da Plataforma Nacional de Soluções Inovadoras do SESI: http://inovacaosesi.org.br/ e cadastre desafios.

Fonte: CBIC

(Visited 122 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *